9SNHH
Seminário Brasileiro de História da Historiografia
23 a 25 de Maio de 2016
Vitória - Espírito Santo - Brasil
O historiador brasileiro e seus públicos hoje

Página em construção


Em breve mais informações.

Circe Bittencourt

Universidade de São Paulo/ Pontifícia Universidade Católica de São Paulo

Possui graduação em História pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP (1967), pós-graduação em Metodologia e Teoria de História pela faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP (1969), mestrado em História Social pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP (1988) e doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo (1993). Atualmente é professor pós-graduação da Faculdade de Educação USP e da Pontificia Universidade Católica- SP. Tem experiência na área de história das disciplinas e currículos escolares e educação indígena. Desenvolve pesquisas atualmente sobre a história dos livros didáticos, mantendo a organização do banco de dados LIVRES referente aos livros didáticos brasileiros de 1810 a 2007, sobre ensino de historia e história da educação, em especial história da educação indígena.

Cristina Meneguello

Universidade Estadual de Campinas

Possui graduação em História pela Universidade Estadual de Campinas (1988), mestrado em História pela Universidade Estadual de Campinas (1992), realizou doutorado-sanduíche na Universidade de Manchester (Reino Unido) obtendo o título de doutora na Universidade Estadual de Campinas (2000). Realizou estágio de pós-doutoramento na Universidade de Veneza (IUAV), Itália, em 2005, e na Universidade de Coimbra, Portugal, em 2008. É docente em regime de dedicação exclusiva do departamento de História da Universidade Estadual de Campinas desde 1998, atuando nos cursos de História e de Arquitetura e Urbanismo. Recebeu, dentre outros prêmios, o Prêmio de Reconhecimento Acadêmico Zeferino Vaz em 2011. Foi por 4 anos presidente do Comitê Brasileiro de Preservação do Patrimônio Industrial (TICCIH-Brasil), do qual é membro fundadora, e é representante nacional junto ao TICCIH Internacional (The International Committee for the Conservation of the Industrial Heritage). É também membro do Board do TICCIH Internacional. Foi coordenadora e coordenadora associada de graduação (2001-2005), chefe de departamento (2007), Diretora Associada do Museu Exploratório de Ciências - Unicamp (entre 2008 e 2012) e foi assessora da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Universitário da UNICAMP (2013-2015). Foi presidente da ANPUH São Paulo (Associação Nacional de História - regional São Paulo) entre 2012 e 2014. É coordenadora da Olimpíada Nacional em História do Brasil para escolas públicas e particulares, que iniciou em 2009 e está em sua 8ª edição (2016), assim como dos Cursos de Formação online da Olimpíada, voltados aos professores de história. Tem experiência na área de História Contemporânea, Cultura Visual, Divulgação Científica e o Ensino de História e Preservação do Patrimônio, em especial Patrimônio Industrial e no debate memória-patrimônio.

José Vasconcelos

Universidade de São Paulo

Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Paraná (1986), mestrado em História pela Universidade Federal do Paraná (1996), doutorado em História pela Universidade Estadual de Campinas (2001) e realizou estágio pós-doutoral na University of Virginia, nos Estados Unidos (2005-2006). É professor do Departamento de História da Universidade de São Paulo (USP).Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Filosofia e História, atuando principalmente nos seguintes temas: educação, história, literatura, filosofia e historiografia.

Julio Bentivoglio

Universidade Federal do Espírito Santo

Professor Adjunto de Teoria da História na Universidade Federal do Espírito Santo. Atua nas áreas de Teoria da História e de Brasil Império com os seguintes temas: historiografia alemã, francesa e brasileira no século XIX; história das idéias, partidos e cultura política no Brasil do Oitocentos. Organizou a publicação de traduções de Droysen e Gervinus pela editora Vozes e de Chladenius pela Editora da Unicamp. Foi diretor da ANPUH seção ES (2011-2013), é vice-diretor do Centro de Ciências Humanas e Naturais na UFES e editor da revista Dimensões (PPGHIS-UFES) foi chefe do Departamento de História (2011), foi editor executivo da revista História da Historiografia (2010-2013) e é pesquisador vinculado ao CEO-PRONEX RJ, ao LAB-TEO USP e ao LPHC-UFES. Embaixador da International Network for Theory of History.

Jurandir Malerba

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Jurandir Malerba concluiu o doutorado em História Social pela Universidade de São Paulo em 1997. Ocupou Visiting Positions nas University of Oxford (Inglaterra) e Georgetown University (Washington, DC); Foi professor da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul desde Agosto de 2008 até 2015. Desde 2015 é professor na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Inaugurou a Cátedra Sérgio Buarque de Holanda de Estudos Brasileiros na Freie Universität/DAAD. Pesquisador do CNPq. Áreas de interesse: Brasil, teoria e história da historiografia.

Marcelo Abreu

Universidade Federal de Ouro Preto

Professor da Universidade Federal de Ouro Preto - Instituto de Ciências Humanas e Sociais - Departamento de História. Doutor em História Social pelo Programa de Pós Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (2010). Mestre em História pelo Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense (2003). Experiência docente nas áreas de Ensino de História, Teoria da História e Historiografia desde 2003. Experiência de pesquisa na área de História. Nesta área, desenvolve pesquisa sobre: história do regionalismo, história das comemorações e dos usos políticos do passado e historiografia. Na área de ensino vem construindo a reflexão sobre a relação entre história ensinada e usos políticos do passado e sobre a formação de professores.

Mateus Pereira

Universidade Federal de Ouro Preto

Professor do curso de graduação e pós-graduação em História da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), onde leciona, na graduação, disciplinas sobre História do Brasil Contemporâneo. É membro do Núcleo de Estudos em História da Historiografia e Modernidade (NEHM). Doutor em História pela Universidade Federal de Minas Gerais (2006), onde também se graduou em História (1999). Seus interesses de pesquisas incluem temáticas referentes à História Intelectual, História do Livro e da Leitura; Teoria e História da Historiografia do século XX, Ensino de História; História do Tempo Presente, Memória, Esquecimento, Trauma, Perdão, Anistia e Representações do Passado.

Temístocles Cezar

Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Graduado em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1988), Mestre em Ciência Política pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1994) e Doutor em História pela École des Hautes Études en Sciences Sociales de Paris (2002). Professor do Departamento de História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, desde 1994. Professor-Convidado (Directeur détudes invité) na École des Hautes Études en Sciences Sociales de Paris (2005 e 2011). Chefe do Departamento de História da UFRGS (1996-1997). Coordenador do Programa de Pós-Graduação em História da UFRGS (2003-2005). Vice-Presidente do Fórum dos Coordenadores de Pós-Gradução da UFRGS (2004-2005). Vice-Presidente e Presidente da Câmara de Pós-Graduação do CEPE-UFRGS (2007-2008). Diretor do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UFRGS (2008-2012). Membro do Comitê de Ética em Pesquisa da UFRGS (2008-2012). Secretário-Geral da Sociedade Brasileira de Teoria e História da Historiografia (2010-2012). Vice-Presidente da Sociedade Brasileira de Teoria e História da Historiografia (2012-2015). Presidente do Conselho Científico da Sociedade Brasileira de Teoria e História da Historiografia (2015). Membro da Comissão Acadêmica Nacional do Programa de Mestrado Profissional em História - ProfHistória (desde 2014). Consultor e parecerista da CAPES, CNPq e Fapesp. Tem experiência na área de História, atuando principalmente nos seguintes temas: escrita da historia, teoria da historia, historiografia antiga e moderna e historiografia brasileira, sobre os quais tem vários artigos e capítulos de livros publicados no Brasil, Portugal, Espanha, França e no Scielo Social Sciences.

Ueber José de Oliveira

Universidade Federal do Espírito Santo

Historiador e cientista político, o professor Ueber Oliveira é membro do Lethis e também professor do Programa de Pós-Graduação em História Social das Relações Políticas - (PPGHis/ Ufes). Se dedica ao estudo dos seguintes temas: Republicanismo no Brasil, História do Espírito Santo, Ditadura Civil-Militar, Elites Políticas, Partidos Políticos e Sistemas Partidários e o Partido dos Trabalhadores. É um dos organizadores do livro "O PT na institucionalidade democrática brasileira".